16/06/15

Guia de Cuba - Bem-vind@!



Ideias para estadia em Cuba: 
dinheiro, segurança, hospedagem, transportes, passeios, visitas e restaurantes

Atenção especial aos itens sobre dinheiro e segurança.



Para a entrada em Cuba  são exigidos:
 
1) Passaporte válido.


2) Tarjeta del Turista, que pode ser comprada no momento do embarque a Cuba. As companhias aéreas vendem a "tarjeta", que deve der o carimbo da companhia vendedora na parte do verso. Em geral, a própria pessoa preenche os dados. Essa "tarjeta" vale apenas para uma entrada em Cuba. Metade da Tarjeta é retirada na entrada em Cuba e a outra metade deve ser apresentada na saída de Cuba. Custa em torno de 25 dólares. A COPA aceita pagamentos em reais e em cartão de crédito para a compra da "tarjeta". A "tarjeta" vale para permanecer em Cuba por 30 dias e pode ser prorrogada por mais 30 dias, indo ao setor de imigração em Cuba.


3) O seguro médico não é usualmente pedido na imigração, embora figure como exigência na entrada ao país, mas caso a pessoa necessite de atendimento, ele é cobrado dos estrangeiros.


4) Taxas de embarque no aeroporto do Brasil para Cuba, em geral é paga junto com a passagem. A taxa de embarque de Cuba ao Brasil quase sempre é paga em Habana, no aeroporto, no momento do embarque de volta e custa 25 CUC por pessoa ( só pode ser paga em CUC),

Ver neste guia o item sobre dinheiro em Cuba.

5) O uso de cartões, mesmo os internacionais, em qualquer parte de Cuba é difícil. Muitas pessoas chegam a Cuba  sem o dinheiro em espécie suficiente para a hospedagem e comida. Desembarcando lá verificam que o próprio cartão não funciona e dependem de encontrar outros turistas, para que possam emprestar dinheiro em espécie (euros ou dólares) e assim trocar para CUC. As regras do bloqueio a Cuba até agora não foram levantadas e a dificuldade para Cuba receber o dinheiro retirado em cartões é enorme ao estado cubano. LER neste BLOG as informações sobre dinheiro e segurança do turista.



Bagagem
 


A linha aérea da COPA permite até 32 kg por pessoa, fora a mala de mão com 10 kg. Essas políticas de bagagem mudam sempre, então é bom o passageiro se informar no site da companhia aérea, antes de viajar.
 Levar um casaco para o avião. 

Aeroporto de La Habana

Não esquecer protetor solar forte, se possível fator 50, e repelente para mosquito. Esses produtos não se encontram em Cuba com facilidade e com qualidade.

Só não é permitida a entrada de produtos de carne, frutas e queijos frescos, revistas pornográficos, além de armas e sementes, como nos demais países.


O que pode entrar sem problemas são remédios normais, na embalagem original, café, bolachas, biscoitos, chocolate, patês de lata, barrinhas de cereal.





Visto de entrada ou TARJETA DE TURISTA.
O visto, muito simplificado, é obrigatório e se chama TARJETA DE TURISTA.
Não é um visto no sentido convencional e não é necessário ir ao consulado.
Vale por 30 dias para hospedagem em hotéis e em casas de aluguel autorizado.
Também é pedido um seguro de saúde, que deve ser comprado em agências de viagem no Brasil.
Tienda - Free Shop - Aeroporto de La Habana

As companhias aéreas vendem a tarjeta de turista no momento do embarque,  com um custo em torno de 25 dólares. 

 Mas é interessante confirmar no balcão de embarque da companhia escolhida no aeroporto. As companhias aéreas, fora do balcão dos aeroportos, não sabem informar nada sobre a tarjeta de turista..




__________________________________________________________